Disputa na direita golpista
Tribunal confirma decisão do relator do caso, Benedito Gonçalves, que havia afastado o governador do Rio de Janeiro na última sexta-feira (28).

Por: Redação do Diário Causa Operária

Por 14 votos a 1, a Corte Especial do STJ (Superior Tribunal de Justiça), composta por 15 ministros, manteve o afastamento do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC). O período do afastamento será de 180 dias.

Os 14 ministros que votaram pelo afastamento justificaram a decisão apontando a gravidade dos indícios revelados pela investigação, como o pagamento de contas em dinheiro vivo.

Send this to a friend