Disputa na direita golpista
Tribunal confirma decisão do relator do caso, Benedito Gonçalves, que havia afastado o governador do Rio de Janeiro na última sexta-feira (28).
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
witzel
Witzel em pronunciamento no dia 28/08 após ser afastado do cargo. | Foto: Pilar Olivares/Reuters

Por 14 votos a 1, a Corte Especial do STJ (Superior Tribunal de Justiça), composta por 15 ministros, manteve o afastamento do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC). O período do afastamento será de 180 dias.

Os 14 ministros que votaram pelo afastamento justificaram a decisão apontando a gravidade dos indícios revelados pela investigação, como o pagamento de contas em dinheiro vivo.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas