Siga o DCO nas redes sociais

Anulação da Lava Jato já
STF julga nesta quarta tese para anular condenações da Lava Jato
A anulação da maioria dos processos da Lava Jato, processo fraudulento para fazer presos políticos, abre precedente para a liberdade de Lula
fachin_stf
Anulação da Lava Jato já
STF julga nesta quarta tese para anular condenações da Lava Jato
A anulação da maioria dos processos da Lava Jato, processo fraudulento para fazer presos políticos, abre precedente para a liberdade de Lula
Edson Fachin, relator da Lato no STF. Foto: Reprodução.
fachin_stf
Edson Fachin, relator da Lato no STF. Foto: Reprodução.

Da redação –  O ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (SFT), acaba de incluir na pauta dos julgamentos que acontecerão nesta quarta-feira (25) um processo que pode acabar levando à anulação de condenações da Lava Jato.

A pauta será julgada pelos 11 ministros do STF, isso após uma decisão da Segunda Turma do tribunal ter anulado a condenação de Aldemir Bendine, ex-presidente da Petrobras e Banco do Brasil. O ministro Edson Fachin, relator do processo fraudulento que é a Lava Jato, levou ao plenário o recurso de um ex-presidente da Petrobras, que também pede a anulação de sua condenação, devido às manifestações finais do processo.

Advogados recomendam que os réus que tenham acordo de delação premiada se manifestem antes dos réus que não possuem nenhum tipo de acordo de colaboração com a Justiça. Após essa decisão a partir do caso de Bendine, a fraudulenta força-tarefa da Lava Jato, encabeçada até outro dia por Dallagnol, encaminhou uma nota onde afirma ter “imensa preocupação” com a questão, principalmente porque o anulação da maior parte dos processos da Lava Jato pode abrir precedentes para soltarem o ex-presidente Lula.