Coronavírus
Decisão deverá sair na próxima sexta-feira (18)
abertura-do-terceiro-dia-de-julgamento-sobre-a-validade-da-prisao-em-segunda-instancia-no-supremo-tribunal-federal-stf-1572513606401_v2_1024x683
Sessão do STF | Foto: Divulgação/STF
abertura-do-terceiro-dia-de-julgamento-sobre-a-validade-da-prisao-em-segunda-instancia-no-supremo-tribunal-federal-stf-1572513606401_v2_1024x683
Sessão do STF | Foto: Divulgação/STF

O Supremo Tribunal Federal (STF) deverá iniciar nesta quarta-feira (16) o julgamento de duas ações questionando a obrigatoriedade da vacina contra a COVID-19. As ações que serão julgadas foram impetradas pelo PDT e pelo PTB. A primeira delas pede que os prefeitos e governadores possam tomar medidas restritivas para obrigar a população a se vacinar. A segunda pede que a obrigatoriedade seja declarada ilegal.

A única posição progressista possível em relação à vacina é a de que ela seja um direito, e não uma obrigação. Embora conter a pandemia seja de interesse geral, o Estado não pode utilizar o pretexto da vacinação para impor a vontade dos monopólios da indústria farmacêutica ao povo por meio da força.

Relacionadas
Send this to a friend