STF golpista nega pedido para adiar julgamento de habeas corpus de Lula

Desembargador federal do TRF-4 manda soltar Lula com urgência

Da redação – Na tarde de hoje (04), a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) negou pedido de adiamento do julgamento do habeas corpus do ex-presidente Lula.

A turma negou o pedido por três votos a dois. Assim, negando o adiamento, o STF deverá julgar o habeas corpus ainda hoje, como estava planejado.

A defesa pede a liberdade do ex-presidente a partir do preceito de que ele foi condenado por um juiz absolutamente parcial, Sergio Moro, cuja orientação política contra o líder petista foi comprovada ao aceitar o ministério da Justiça do governo de Jair Bolsonaro, adversário de Lula que, com sua prisão, viu seu caminho aberto para se eleger, de maneira fraudulenta.

Fraude que foi escancarada pela prisão de Lula, que estava em primeiro lugar na preferência do povo para ser presidente da República.

O movimento popular não deve acreditar que a Justiça golpista libertará Lula ou que ela irá favorecê-lo de alguma forma. Ela está totalmente controlada pela direita e só a mobilização popular revolucionária poderá tirar Lula da cadeia.