SP: golpe vai gerar desemprego em massa entre os professores

professora-Fernanda-Cazarini-Medium

Com o golpe de estado em 2016, com o impeachment de Dilma Rousseff e depois seus desdobramentos, o ataque aos direitos trabalhistas, terceirização e a “reforma” do ensino médio vão gerar desemprego em massa no próximo ano.

Outra medida dos golpistas é acabar com a estabilidade do serviço público, tirar seu recesso, as férias já foram divididas em 15 dias em julho e 15 dias em janeiro. Os ataques aos professores paulistas têm se intensificado há anos com os sucessivos governos do PSDB.

A “reforma” do ensino médio que entrará em vigor em 2019 vai diminuir o quadro de professores em uns 30%, os que hoje são categoria “O” vão quase desaparecer, os categoria “F” muitos vão tornar-se eventuais e alguns efetivos adidos.

Não é na justiça que vamos derrotar essas medidas, é através da mobilização dos professores, estudantes e comunidade escolar pela derrota dos golpistas, pela liberdade de Lula.