Transferência de recursos
João Dória e Bruno Covas transferem recursos da população idosa de São Paulo para os grandes capitalistas e banqueiros
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
idosos-4
Trabalhadores mais velhos são atacados pelos fascistas "fofinhos" em SP | Foto: Reprodução

O caráter fascista dos governos de direita não tem limites! A mais nova novidade no estado de São Paulo, estado esse que é o recordista de morte no País pelo coronavírus devido à política genocida desse governo, foi determinação de João Dória e seu assecla na prefeitura da cidade de São Paulo, Bruno Covas, de suspender a gratuidade de transporte público para os idosos com a idade de 60 a 65 anos de idade.

A medida retira um direito dos idoso, já no próximo dia 01 de janeiro de 2021, que vigora desde o ano de 2013 através de uma lei municipal, 15.912/13 ,que dispões sobre a isenção de pagamento de tarifas nas linhas urbanas de ônibus às pessoas com idade igual ou maior de sessenta anos, no âmbito do município de São Paulo, sancionada na gestão de Fernando Haddad (PT) à frente da prefeitura da cidade.

Tal medida é mais uma evidência que os governantes do estado e da cidade de São Paulo não deixa nada a desejar ao governo do também fascista Bolsonaro.

Dória e Covas são especialistas em massacrar os trabalhadores e a população em geral do estado de São Paulo com o objetivo de beneficiar aqueles de quem são representantes legítimos: banqueiros e capitalistas nacionais e internacionais.

As ações terroristas desses fascista não são novidade para ninguém. Covas, por exemplo, se utiliza de métodos típicos dos “camisa-pardas”, grupo de assalto hitlerista famosos por suas ações violentas, quando aborda moradores de rua e apreende seus pertences pessoais inclusive os seus cobertores retirados à força por agentes da Garda Municipal; ou quando com a ajuda da mesma fascista Guarda Municipal manda expulsar mais 2 mil camelôs que trabalham no Brás; ou quando, em plena pandemia manda despejar centenas de famílias das suas moradias.

João Dória não deixa por menos quando manda acordar moradores de rua com jatos de água fria quanto do clima na cidade na madrugada chegava a 8º Celsius. Exemplos desse tipo é que não faltam, poderíamos elencar páginas e mais páginas das atrocidades desses direitistas contra o povo de São Paulo.

Não há dúvida de que a determinação vai no sentido de desviar os recursos da população, para beneficiar o monopólio dos transportes coletivos, além da “economia” do governos para transferir esses recursos para outros setores da economia como forma de “benefício” para diversos capitalistas. Conforme divulgado pela imprensa capitalistas o fundo municipal do Idoso terá corte de 91% nos seus recursos passando dos atuais de R$ 2,7 bilhões para R$253,6 milhões em 2021.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas