Pandemia
País andino segue sob os ataques da direita imperialista
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
La Paz, 30 de dezembro de 2019. - O governo da Bolívia declarou na segunda-feira pessoas desagradáveis ​​à embaixadora mexicana, María Teresa Mercado; ao cargo de embaixada da Espanha, Cristina Borreguero e o cônsul desse país, Álvaro Fernández, além de um grupo de funcionários, que deu 72 horas para deixar o país, após os incidentes na sexta-feira passada.
Jenanine Áñez | Foto: Reprodução

No último domingo, a Bolívia chegou à marca de 100 mil pessoas contaminadas pelo novo coronavírus. Essa quantidade corresponde a quase 1% de toda a população boliviana. A situação do coronavírus no país, que segue totalmente fora de controle, é resultado direto do governo golpista de Jeanine Áñez, estabelecido após o golpe militar de 2019.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas