Sob desculpa de defender direitos humanos, ONG de fachada do Imperialismo faz campanha cínica contra palestinos

protesto-palestinos-70-anos

Segundo um relatório da Human Rights Watch, uma ONG “denfesora dos direitos humanos” de faixada do imperialismo, a Palestina seria responsável por sistemáticos maus-tratos e tortura aos opositores políticos que são detidos.

O relatório foi divulgado na terça-feira (23/10). Segundo o diretor da HRW para Israel e Territórios Palestinos, os “crimes” supostamente cometidos pelos palestinos deveria ser julgado pelo Tribunal Penal Internacional (TPI). Trata-se de uma campanha do imperialismo contra os palestinos e o Hamas, grupo de resistência armada do povo árabe conta a opressão de Israel.

É preciso denunciar que tudo isso é uma maneira do imperialismo de justificar as atrocidades cometidas pelo Estados de Israel, que este sim tortura, assassina, agride, estupra, decapita e comete mais uma gigante lista de atrocidades contra o povo palestino, jogando-os em guetos e exterminando-os com armas altamente desenvolvidas dadas pelos norte-americanos, que controlam a ONG “defensora dos direitos humanos”.