Só o que faltava: problemas do Brasil são culpa das mães solteiras, diz vice de Bolsonaro

herald_general-mourão

É notória a investida da extrema-direita contra a mulher para subjugá-la ainda mais. Justamente Bolsonaro é repudiado pela maioria das mulheres devido a suas declarações declaração e posições aberrantes contra os direitos democráticos das mulheres. Seu vice, general Mourão que é uma escória igual ao candidato à presidente, veio a público para ridicularizar as mulheres brasileiras culpando-as pela suposta criminalidade.

O general em uma palestra para empresários, afirmou: “A partir do momento em que a família é dissociada, surgem os problemas sociais. Atacam eminentemente nas áreas carentes, onde não há pai e avô, mas, sim, mãe e avó, por isso é fábrica de elementos desajustados que tendem a ingressar nessas narcoquadrilha”.

O enorme peso social que a mulher carrega, como setor oprimido na sociedade capitalista, o qual inclui uma gigantesca carga de trabalho não remunerado, como todo o trabalho doméstico, o cuidado dos filhos etc., e em muitos casos somado ao emprego, já que se considerar que uma parte enorme de mulheres tem que criar seus filhos sozinhas, cerca de 30% dos registro de nascimento não consta o nome do pai. Um esforço gigantesco que milhões de mulheres fazem diariamente para criar seus filhos, trabalhar etc.

Mourão em seu comentário absolutamente grotesco, baixo, como aliás é a extrema-direita faz uma deboche com as mulheres, considerando-as como inferiores e quando não estão sob comando de um homem incapazes de criar os filhos e netos.

A boçalidade da extrema-direita é verdadeiramente inacreditável, é necessário uma ampla mobilização das mulheres para defender seus direitos democráticos e esmagar a extrema-direita que quer condená-las à total submissão ao homem.