preta ferreira
|

Presos de forma arbitrária pela polícia civil de São Paulo, os lideres das ocupações do centro de São Paulo, em 24 de junho e que estão presos, Sidney Ferreira, no Centro de Detenção provisória (CDP) de Pinheiros e Jacine Ferreira da Silva (também conhecida como Preta Ferreira), Edinalva Silva Ferreira e Angélica dos Santos Lima, no Centro de Detenção Provisória (CDP) feminino de Franco da Rocha, são vítimas da perseguição aos movimentos sociais, orquestrados pelo governo golpista João Dória, bem como do prefeito Bruno Cova, ambos de PSDB.

A perseguição visa a atacar o movimento de moradia em seu conjunto e tem como objetivo colocar para fora dos prédios ocupados todos os moradores, numa atitude de desumanidade com a população pobre da capital.

O processo instaurado contra essas pessoas do movimento de moradia de São Paulo, contam ainda, mais 15.
As quatro pessoas citadas acima estão em prisão provisória, porem não há nenhuma previsão para apreciação do pedido de habeas corpus, conforme os dizeres da juíza Erika Soares de Azevedo Mascarenhas da 6ª Vara Criminal.

O comitê de luta pela liberdade dessas lideranças está organizando várias atividades pela imediata liberdade desses companheiros, única forma de fazer com que sejam libertados do crime de ter um teto para morar.

São de fundamental importância a participação das direções dos movimentos sociais, sindicatos, partidos comprometidos com a luta da população explorada, etc.

As mobilizações devem ser intensificadas e impulsionadas em todo o país, uma vez que essas prisões estão ocorrendo em várias partes do país.

Liberdade para todos os presos políticos

Liberdade para Lula

Fora Doria

Fora Covas

Relacionadas