Guerra da Síria
O diplomata sírio Walid al-Muallem declarou que o ataque dos EUA contra a Síria através da chamada “Lei César” é uma tentativa de reativar o terrorismo no país
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
3751887007_cafc36be48_b
Walid al-Muallem | Foto: Foreign and Commonwealth Office

A Síria considera a chamada “Lei César” – implantada pelos Estados Unidos e que permite ao país embargar economicamente qualquer empresa ou organização estadunidense ou não, que realize acordos com a Síria – uma tentativa de reativar o terrorismo no país, segundo a declaração do diplomata sírio Walid al-Muallem.

São inúmeras as acusações de que os EUA têm fomentado o terrorismo contra a Síria desde o início da guerra em 2011. Agora, com a situação do terrorismo praticamente controlada na Síria, os EUA implantam essa nova lei. A lei, em si, já é um atentado terrorista contra a Síria, já que se trata de uma lei que joga o país em uma miséria ainda maior do que a que se encontra e pode levar milhões de sírios à fome.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas