Siga o DCO nas redes sociais

Mobilização no Acre
Servidores logram adiar reforma da Previdência; manter a mobilização!
Aleac e o governo do estado do Acre adiam votação da reforma da Previdência para o próximo dia 26. A reforma é praticamente a mesma de Paulo Guedes e é na verdade um roubo.
Mobilização no Acre
Servidores logram adiar reforma da Previdência; manter a mobilização!
Aleac e o governo do estado do Acre adiam votação da reforma da Previdência para o próximo dia 26. A reforma é praticamente a mesma de Paulo Guedes e é na verdade um roubo.
Servidores ocupam Aleac
Servidores ocupam Aleac

Após mobilização dos servidores do estado do Acre contra a reforma da previdência no estado, o governo direitista de Gladson Cameli do PP junto com a Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) resolveram adiar a votação da reforma. A reforma da previdência proposta por eles é muito parecida com a reforma de Paulo Guedes, o que é na verdade um imenso roubo de dinheiro dos trabalhadores do estado por parte dos bancos.

Os servidores do estado devem manter a mobilização, tornando-a cada vez mais radical para conseguir manter seus direitos. Mesmo que as lideranças sindicais tentem resolver a situação com base no diálogo, a mobilização deve ser mantida. Nenhum diálogo com os direitistas que querem desviar milhões do bolso dos trabalhadores para o bolso dos banqueiros deve ser aceitado.

A mobilização e a ocupação de 07/11/2019 fez com que os golpistas adiassem a votação, mas somente mantendo a mobilização é que esta será definitivamente vitoriosa. Ao mesmo tempo, é preciso lembrar que o Brasil sofreu um golpe de estado em 2016, que resultou na retirada de inúmeros direitos trabalhistas e na prisão de Lula para que ele não participasse das eleições de 2018. Somente a derrubada pelas massas do governo golpista de Jair Bolsonaro poderá garantir os direitos de todos os trabalhadores brasileiros. Fora Bolsonaro! Eleições gerais já!