Servidores de Assis protestam contra o cancelamento do IAMSPE

67409239_420045228595061_554629330458640384_n

Na última quinta-feira, 25, os servidores públicos estaduais de Assis, interior de São paulo, realizaram uma manifestação em frente a sede do Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual, o IAMSPE, da cidade.

Desde o mês de junho o atendimento médico pelo convênio público foi cancelado na cidade devido à falta de pagamento dos governos golpistas do PSDB do estado com o convênio estabelecido com a Santa Casa da cidade. Ao todo a dívida entre o IAMSPE e a Santa casa da cidade está na casa dos R$ 130 mil.

Trata-se da política de sucateamento dos serviços públicos levado adiante pelos governos do PSDB, hoje encabeçada por João Dória. Os efeitos são tão drásticos que o próprio hospital do servidor na capital do estado está completamente deteriorado. Uma ala já foi privatizada, falta médicos e o atendimento é precário.

Em Assis, o cancelamento do convenio afeta a vida de 25 mil pessoas da cidade, entre contribuintes e dependentes, os quais necessitam desse serviço básico para ter algum atendimento médico.

É preciso ter claro que a úncia forma de impedir esses ataques é por meio da mobilização dos trabalhadores, no caso dos servidores e de toda a população. É preciso apontar como perspectiva também a luta mais geral contra todos os governos golpistas que tomaram de assalto o poder no país.