Série C: Roberto Fernandes chega ao Santa Cruz

magem

No ano passado, em meio a uma recuperação inesperada, o Sport Clube do Recife conseguiu evitar o rebaixamento e permanecer na Série A do Brasileirão. A torcida rubro-negra, aliviada com a sobrevivência do time na competição, comemorou em dobro – ou melhor, em triplo: os rivais Náutico e Santa Cruz foram rebaixados para a Terceira Divisão do Campeonato Brasileiro.

Embora ambas as equipes já tenham sido rebaixadas para a Série C, o resultado trouxe muita insatisfação da torcida e muita pressão para que os times tivessem um desempenho convincente no ano de 2018. Contudo, não é bem isso que vem acontecendo.

Náutico e Santa Cruz se encontram fora da zona de acesso à Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro. Inclusive, o Náutico chegou a amargar a lanterna da competição. Devido aos maus resultados, os técnicos de ambos os clubes foram demitidos recentemente.

No dia 6 de maio, o Náutico demitiu Roberto Fernandes, que já estava no comando do Timbu há dois anos. Torcedor assumido do Náutico, Fernandes já havia passado pelo time outras três vezes. Já o Santa Cruz demitiu o técnico PC Gusmão no dia 24 de maio, pouco mais de um mês de sua contratação.

Nesta semana, o Santa Cruz surpreendeu ao anunciar a contratação do novo técnico para a Série C: Roberto Fernandes. Isso mesmo: o torcedor apaixonado do Náutico, rival do Santa Cruz, e que comandou a equipe alvi-rubra até o início do mês, será o novo comandante do Santa Cruz.

Em entrevista coletiva, Roberto Fernandes declarou que o fato de ser um torcedor declarado do Náutico não era um impedimento para trabalhar no Santa Cruz, citando o flamenguista Wanderlei Luxemburgo como exemplo.