Siga o DCO nas redes sociais

Os lobos em pele cordeiro.
Seriam a PM, Doria e o PSL feministas?
João Dória promulga lei de deputado do PSL para que a PM ” proteja ” as mulheres em situação de violência .
pm mulher
Os lobos em pele cordeiro.
Seriam a PM, Doria e o PSL feministas?
João Dória promulga lei de deputado do PSL para que a PM ” proteja ” as mulheres em situação de violência .
Mulheres em treinamento PM- Foto : internet
pm mulher
Mulheres em treinamento PM- Foto : internet

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), sancionou o projeto de lei que cria a “Patrulha Maria da Penha”, conjunto de ações para monitoramento da segurança de mulheres vítimas de violência doméstica no estado de São Paulo. O Projeto é de autoria do deputado fascistaTenente Nascimento do PSL, e entrará em vigor em 90  após a publicação em Diário Oficial. O projeto não especifica como funcionará  o monitoramento pois foram vetados os artigos que estabeleciam a composição da equipe por profissionais de diversas áreas como, advogados, psicólogos e assistentes sociais deixando à cargo da  PM o trabalho de monitoramento.

A ideia de criação de uma equipe para garantir a segurança das mulheres em situação de violência doméstica é aplaudida por diversos setores , em especial a esquerda pequeno burguesa da mesma forma que apoiam a própria lei Maria da Penha. Esquecem estes setores ou desconhecem que após a promulgação da Lei em 2006 , os índices de violência à mulher quadruplicaram no Brasil, nada impactando no objetivo nobre de proteção à mulher. Somente em 2019 houve um aumento de 29% de assassinatos de mulheres na capital Paulista, batendo recorde desde o início da série histórica em 2015. Iniciativas como estas de rondas  ou patrulhas em outros estados da federação também não lograram êxito em seu objetivos de redução da violência contra a mulher mostrando-se serem medidas inócuas.

Leia Também  Mãe presa é impedida de amamentar seu filho pela justiça

Falta de conhecimento aliada a ilusão é o que se pode dizer do apoio dado pela esquerda pequeno burguesa a estas medidas. Fantasia por crer que equipes compostas por mulheres na Policia Militar seriam menos fascistas, como se pessoas do sexo feminino fossem imunes ao condicionamento ideológico proposto e levado adiante pela PM. Ingênuas por achar que uma Lei proposta por um deputado ultra- direitista tenha algum tipo de boa intenção em relação à proteção das mulheres , em especial as da camada mais pobre da população, principais vítimas da violência doméstica. E desprovidas do bom senso ao aplaudir o governador fascista João Dória por promulgar tal lei.

A Polícia Militar é uma instituição de extrema direita que sempre esteve ligado, não com a segurança da população, mas com a repressão e assassinato de trabalhadores, principalmente os mais explorados, como os negros e pobres das periferias. Por que no caso da suposta defesa da mulher ela seria diferente?

Esperar que deste  balaio  repressor  saiam ações efetivas em prol da proteção da mulher trabalhadora é viver em uma realidade alternativa. Ou seriam Dória, PM e PSL feministas?

Leia Também  Desemprego entre mulheres é o maior da história dos EUA

 

 

 

 



0 Shares
Share via
Copy link