Sérgio Cabral é enviado para solitária por contestar abuso de promotor

sergio-cabral-mudanca-presidio-6

O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, foi colocado em uma solitária depois de contestar arbitrariedade de um promotor do Ministério Público do Rio visitar a cela que Cabral divide com outros presos em Bangu 8.

O promotor queria que os presos abaixassem a cabeça durante a visita e corretamente Sérgio Cabral contestou a exigência. Como punição, o ex-governador foi levado para a solitária durante cinco horas e meia. O advogado de Cabral irá entrar com ação contra o promotor.

O caso é mais um exemplo de como o regime político brasileiro está se encaminhando para uma ditadura cada vez mais de tipo fascista. Mais uma vez, em nome da farsa da chamada “luta contra a corrupção”, passa-se por cima dos direitos mais elementares do cidadão e se instaura o reino da arbitrariedade total.