Eleições no Congresso
Bancada do PT não vê problema em apoiar um candidato que defende Bolsonaro e, mesmo assim, acredita que este aceitará o impeachment de Bolsonaro.
Senadores PT - 2021 (1)
Senadores do PT, fechados com conadidato de Bolsonaro. | Foto por: Roberto Stuckert Filho
Senadores PT - 2021 (1)
Senadores do PT, fechados com conadidato de Bolsonaro. | Foto por: Roberto Stuckert Filho

O senador Humberto Costa (PT-PE), líder do partido na casa, afirmou que não vê problema na defesa de Rodrigo Pacheco (DEM-MG) às ações de Bolsonaro que impeçam o apoio do partido à sua candidatura, em entrevista ao site Congresso em Foco.

Nos últimos dias Pacheco tem dado declarações sobre o presidente ilegítimo Jair Bolsonaro e seu governo, como ao afirmar que os erros cometidos por Bolsonaro sobre a pandemia seriam “escusáveis” e que “não vê crime de responsabilidade”.

Humberto Costa afirmou que se trata de “retórica” de candidato e que tem convicção que se aprovado o andamento do processo de impeachment na Câmara, Pacheco dará continuidade com certeza. Justificando ainda que, não dá para apoiar a candidata Simone Tebet (MDB-MS) por esta ser ligada ao “lavajatismo” e ao “morismo”, se referindo à operação Lava a Jato e ao ex-juiz e ex-ministro Sérgio Moro.

A “bancada” do PT no Senado é formada por seis parlamentares, Rogério Carvalho (SE), Humberto Costa (PE), Jaques Wagner (BA), Jean Paul Prates (RN), Paulo Paim (RS) e Paulo Rocha (PA), de um total de 81.

Relacionadas
Send this to a friend