Senador russo denuncia: EUA enviou 10 milhões de dólares para financiar a marinha da Ucrânia

Vacation in Siberia not Europe this winter

Da redação – O senador russo Frants Klintsevich denunciou que os EUA estão controlando as ações ucranianas como este diário vem sistematicamente demonstrando. A afirmação de que os norte-americanos “simplesmente subornaram” a Ucrânia, pagando 10 milhões de dólares (R$ 39 milhões) para a Marinha ucraniana depois do incidente no estreito de Kerch, porém, não pode ser vista como um fato novo.

Os EUA financiaram, como fizeram no último século em diversos países, um golpe de estado que levou a extrema-direita ao poder na Ucrânia em 2014. Logo, não se trataria apenas de um suborno mas sim de parte do contínuo financiamento golpista do imperialismo para atacar países em guerras econômicas ou ideológicas.

Vale ressaltar também que o porta-voz do Departamento de Estado, Robert Palladino, comunicou em outra ocasião que os EUA concederiam 10 milhões de dólares em ajuda adicional à Marinha da Ucrânia após o incidente de Kerch.

“Parece que os EUA simplesmente subornaram a Ucrânia. Isso é, possivelmente, tudo o que Kiev pode esperar deles em relação com o incidente de Kerch. Eles não têm intenção de entrar em uma confrontação direta com a Rússia usando seus próprios meios e forças. Ao mesmo tempo, os estímulos à Ucrânia para ela fazer diversos tipos de provocações continuarão, sem dúvida”, escreveu Klintsevich no Facebook.

Klintsevich declarou também que a ideia de conceder ajuda militar à Ucrânia tem “um colorido claramente antirrusso” e que o o Reino Unido é mais um imperialista envolvido “na esfera da russofobia, em primeiro lugar”