Bolívia
Senado boliviano aprova lei para tentar garantir que as eleições não sejam adiadas para depois do dia 18 de setembro, lei ainda precisa passar pela câmara para ser aprovada
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
senadobolivia
Senado boliviano | Foto: Reprodução

O senado boliviano aprovou uma lei para garantir que as eleições não passem do dia 18 de outubro, informa a Telesur. A data aprovada no senado é justamente a data escolhida pelos golpistas para que fossem realizadas as eleições, após uma greve geral e vários protestos da Confederação Operária da Bolívia (COB) pedindo as eleições para o dia 6 de setembro e depois pedindo que elas não passassem do dia 11 de outubro.

A Bolívia se organiza da mesma maneira que o Brasil, com um sistema bicameral. Ambas as câmaras são controladas pelo partido Movimento Ao Socialismo (MAS) de Evo Morales.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas