Siga o DCO nas redes sociais

Gleise denuncia golpe
Semiaberto: Gleisi denuncia golpe e afirma que Lula tem que ser solto
Gleisi Hoffmann, usou seu Twitter para criticar a decisão dos procuradores, denunciando a mais nova farsa que está se criando nos processos ilegais contra o ex-presidente Lula.
IU2HTYYOPRKCUEZRMP76AELONI
Gleise denuncia golpe
Semiaberto: Gleisi denuncia golpe e afirma que Lula tem que ser solto
Gleisi Hoffmann, usou seu Twitter para criticar a decisão dos procuradores, denunciando a mais nova farsa que está se criando nos processos ilegais contra o ex-presidente Lula.
Vigília Lula Livre em Curitiba
IU2HTYYOPRKCUEZRMP76AELONI
Vigília Lula Livre em Curitiba

Após a operação golpista da Lava Jato sofrer uma importante derrota no dia 26 no Supremo Tribunal Federal, os procuradores Deltan Dallagnol, Roberto Pozzobon e Laura Tessler enviaram um pedido à Justiça pela mudança de Lula para regime semiaberto.

Caso aceito, Lula, hoje preso político em Curitiba, seria transferido a São Paulo, em uma tentativa em meio a crise da Lava Jato para por panos quentes na situação, pois, como percebe-se em todo país a mobilização pela liberdade de Lula cada vez mais se fortalece, e um novo ato nacional está marcado para o dia 27 de outubro, na capital paranaense.

Sabendo disso, a presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), usou sua conta pessoal no Twitter para criticar a decisão dos procuradores, denunciando a mais nova farsa que está se criando nos ilegais processos contra o ex-presidente.

“Lula tem direito à liberdade plena, seu processo foi viciado, fraudado, c/ foco político, conforme revelações da O STF deve julgar suspeição de Moro e anular o processo soltando Lula imediatamente,sem regime de prisão. Isso é golpe do Dallagnol” disse Gleise Hoffmann na rede social, após matéria da golpista Folha de São Paulo, como mostrado abaixo.

Acertadamente, a presidenta do PT, em uma postura compactuada com a de Lula, diz claramente que o mesmo tem direito a plena liberdade, pois seu processo foi uma fraude e Lula vitima de uma grande perseguição política, existindo assim a necessidade de anular-se todos os processos contra o ex-presidente e que a tentava de Dallagnol é um golpe, buscando gerar impasses na mobilização popular ao mesmo tempo em que legitima a fraude contra Lula.

A defesa de Lula reiterou o que disse Gleise, e em nota o advogado Cristiano Zanin anunciou que nesta segunda-feira, dia 30, terá uma reunião com Lula, na qual o ex-presidente irá decidir sobre o regime semiaberto.

Dependendo da política seguida até aqui por Lula, a decisão provavelmente será contra o regime semiaberto, e sim pela anulação de todos os processos.

Lula não tem apenas o direito a sair do regime fechado, sendo um perseguido político, seus processos precisam ser anulados, por-se um fim a Lava Jato e ao golpe. Algo que como mostrado pela experiência de todos os julgamentos anteriores, só poderá acontecer pela mobilização popular. Por isso, dia 27 de outubro, caravanas de todo país irão a Curitiba para um grande protesto pela Liberdade de Lula e a anulação de todos seus processos.