Seguranças bolsonaristas contratados pela Veracel coagem e humilham trabalhadores na Bahia
thumbnail_70
Seguranças bolsonaristas contratados pela Veracel coagem e humilham trabalhadores na Bahia
thumbnail_70

A segurança da multinacional Veracel abordou, coagiu e humilhou quatro trabalhadores rurais – e ainda postou vídeo nas redes sociais. O ocorrido foi no município de Itagimirim na Bahia.

Um vídeo mostrando os guardas como se fossem policiais e apontando uma arma para os quatro homens está circulando nas redes sociais e, ao que parece, teria sido gravado pelos próprios guardas.

Dois dos quatro trabalhadores abordados contam que sofreram traumas, humilhações e a perca de uma mãe que teria se entristecido demais com o que viu, vindo a falecer pouco depois.

A Veracel, Propriedade da transnacional sueca-finlandesa Stora Enso (50%) e da Fíbria (50%) possui aproximadamente 200.000 hectares de terras na região da Costa do Descobrimento na Bahia e uma das maiores fábricas de celulose no país.

A empresa já foi condenada em abril de 2019 a pagar indenização por dano moral coletivo no valor de 2 milhões de reais pela prática de terceirização ilícita, precarização das relações de trabalho e descaso com o meio ambiente.