“Segundo mês que professores paulistas tem salários errados”

bolso-vazio

Já é o segundo mês que milhares de professores da rede estadual de ensino tem recebido seus vencimentos errados, estão pagando menos aulas do que é a carga horária dos professores.

Esses erros não são meros “erros”, na verdade fazem parte da política de privatização e sucateamento que vem sofrendo a educação com maior intensidade depois do golpe de 2016.

A política de rapina dos cofres públicos tem gerado esses “erros” que somam mais de milhões e acarretam prejuízos e mal estar entre os professores.

Além de todos os ataques que tem intensificado contra os professores, agora os mesmos tem que viver com o salário bem menor que o real.

Há professores com carga de 40 horas semanais que ganharam $300,00, $500,00 reais, na maioria das escolas alegam que o erro é da Diretoria de ensino e outros dizem que é da Secretaria de fazenda, porém não há “erro”, isso é a política dos golpistas.

Somente com a mobilização dos professores e estudantes vamos barrar todos os retrocessos que estão na cartilha dos golpistas para a educação. Somente a luta coletiva vai levar todos os trabalhadores á barrar o golpe e a possibilidade de melhorar sua vida e dos demais.