Subnotificação da pandemia
Um estudo da Fiocruz demonstra que o coronavírus já estava presente no Brasil pelo menos um mês antes do primeiro caso oficial divulgado.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
coronavírus microscópio
O coronavírus em imagem de microscópio. |

Da redação – Um estudo feito pelo Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), demonstrou que já havia casos de pessoas infectadas com covid-19 desde o fim de janeiro deste ano. Além disso, a primeira morte por coronavírus ocorreu no Rio de Janeiro. A data aproximada é entre 19 e 25 de janeiro. Outra coisa revelada pelo estudo é que já havia transmissão comunitária em São Paulo desde 4 de fevereiro.

Até o lançamento desse estudo, os dados oficiais indicavam que o primeiro caso registrado seria de 26 de fevereiro e que a transmissão comunitária só passou a ocorrer em 13 de março.

O método usado pelos cientistas usa como base os registros de óbitos, além de análises dos casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG). A primeira morte de coronavírus no Brasil foi detectada por exames moleculares em estudos anteriores. Somente nessas últimas semanas é que foram conhecidos os casos de exames feitos em vítimas mais antigas de SRAG.

Além disso, o estudo demonstrou que no carnaval, já havia 24 internações e 10 mortes por covid-19.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas