Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Foi  condenado na última semana por improbidade administrativa em razão de fraude no processo da licitação da linha 5-lilás do Metrô o secretário municipal de Mobilidade e Transportes e ex-presidente do Metrô, Sergio Avelleda.

O secretário juntamente com o cartel formado por Andrade Gutierrez, Galvão Engenharia, Mendes Junior, OAS entre outras, terão que pagar multa de R$ 326 milhões, corrigidos desde 2011. Na sentença, Sérgio Avelleda também foi condenado à perda de função pública e direitos políticos por cinco anos. Além das empreiteiras, as empresas Serveng-Cuvilsan, Heleno & Fonseca, Iesa, Cetenco, CR Almeida e Cosben também foram condenadas.

Em relação às empresas, estas estão proibidas de prestar serviços para o poder público e de receber incentivos fiscais ou de crédito por cinco anos. As sentenças não têm efeito imediato.

Como sabemos, a corrupção é inerente ao sistema capitalista e mostra que ao contrário do que a justiça está fazendo com a tentativa de prisão de Lula, procurando apresentá-lo juntamente com a imprensa burguesa até como o “grande chefe de quadrilha” do país, a corrupção está mesmo é com a grande burguesia nacional e internacional. No entanto, a perseguição ao PT e a Lula, também gerou enorme quebradeira e fechamento de empresas, como no caso das empresas de carne, no caso JBS e outros; na Petrobrás através de empresas que prestavam serviços à estatal, colocando milhões de trabalhadores no olho da rua.

Agora no caso do secretário de Doria juntamente com as empresas, quem vai pagar a conta com verdadeiro sofrimento e desespero serão os trabalhadores destas empresas jogados ao desemprego pela extinção dos contratos em andamento.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas