O que pensa a burguesia
A frase foi dita por uma modelo russa e expressa a política dos capitalistas para a crise do coronavírus
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
6ef3d71ad7a592a28e7df5b3a9a9acda
Victoria Bonya. |

A RT, sítio de jornalismo russo, denunciou o tuíte de uma modelo russa chamada Victoria Bonya, em que afirmava que se metade da humanidade morresse por coronavírus, o planeta seria beneficiado.

Aparentemente, a declaração poderia parecer insignificante, vinda de alguém politicamente insignificante. Mas não se trata disso. A fala da modelo, uma espécie de representante da burguesia, revela o que pensam os capitalistas sobre o desenvolvimento da epidemia no mundo.

Para a burguesia, a maioria do povo é cidadão de terceira classe que não teria direita nem mesmo a viver. Não é simplesmente que a burguesia considera o povo descartável, mas que ela considera que a maior parte da população mundial é uma espécie de praga, de seres que fazem mal para o planeta.

É isso, por exemplo, que está por trás das declarações de vários empresários brasileiros bolsonaristas sobre o numero de mortes pela pandemia: “vão morrer apenas 7 mil, 8 mil 40 mil pessoas, precisamos voltar a trabalhar”. É isso também que está por trás de toda a política com a saúde pública, devastada pelos governos em todo o mundo.

É isso o que a burguesia pensa da classe operária.

Os grandes capitalistas só não colocam em marcha um grande genocídio do povo e não defendem abertamente isso como fez a modelo russa porque eles têm medo da potencial convulsão social que isso pode gerar. De resto, para eles, o povo pode morrer à vontade.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas