Se depender do STJ Lula vai apodrecer na cadeia

lula stj

Da redação – A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teve mais um de seus recursos negado pela justiça golpista. Desta vez, o recurso pedia a suspensão dos efeitos da condenação de Lula no processo em que ele é acusado de possuir um triplex no Guarujá.

A defesa do ex-presidente apresentou o pedido devido o fato de haverem claras irregularidades no julgamento que levou a condenação de Lula, e portanto ele teria o direito de aguardar ao final do julgamento de seus recursos em liberdade. Isso porque o processo em que o líder petista é acusado não passa de uma desculpa jurídica para retirar a liberdade da maior liderança popular do Brasil e para tanto os golpistas do judiciário passaram por cima de vários direitos democráticos do ex-presidente e cometeram uma série de irregularidades processuais.

O mesmo recurso já havia sido apresentado pela defesa de Lula e já havia sido negado pelo relator da Lava-Jato na corte, o ministro Felix Fischer, no dia 11 de junho. A turma que julgou novamente o recurso votou unanimemente contra o ex-presidente e era composta pelos ministros  Jorge Mussi, Reynaldo Soares da Fonseca, Ribeiro Dantas e Joel Ilan Paciornik, além do relator do processo.

O judiciário brasileiro vem servindo diretamente aos interesses dos golpistas e leva adiante uma violenta perseguição politica a Lula e as direções dos movimentos sociais e partidos de esquerda. O Brasil tem vivido sobre uma verdadeira ditadura dos juízes que, em nome dos interesses dos golpistas, rasgaram a Constituição nacional inúmeras vezes.