SC: servidores municipais de Blumenau entram em greve

greve - Blumenau

Nessa terça-feira(04) os servidores municipais de Blumenau iniciaram sua greve aprovada em assembleia no dia 30 de maio com a participação de 1.1000 trabalhadores.

Os servidores blumenauenses rejeitaram mais uma vez a proposta apresentada pelo governo, que propõe pagar a reposição integral do INPC dos últimos 12 meses (5,07% – IBGE) somente na folha de janeiro de 2020.

No estado de Santa Catarina, Blumenau, Florianópolis e Joinville (as três maiores cidades do estado), os servidores rejeitaram a proposta de miséria dos governos da direita. Além de Blumenau, Florianópolis no último dia 30 aprovou em assembleia pelo estado de greve com nova assembleia para o dia 11 onde será votado se a categoria entrará em greve. Em Joinville no último dia 29 os servidores rejeitaram a proposta do governo e decretaram paralisação no dia 14.

Este é um importante indicativo da crise política e econômica em que passa o Brasil, é necessário impulsionar estas greves e dar uma linha política a elas, lutas parciais como o reajuste salarial não resolverão o problema dos trabalhadores, são reivindicações limitadas.

Portanto, é necessário que nestas greves, seja impulsionada uma ampla mobilização em torno da Greve Geral com a política de Fora Bolsonaro e todos os Golpistas, Liberdade para Lula e Eleições Gerais. Somente com a derrota desse regime os trabalhadores sairão vitoriosos dessa situação imposta pelos golpistas.