Siga o DCO nas redes sociais

Gopistas atacam creches
São Paulo aprova lei bolsonarista para privatizar creches
Direita na cidade de São Paulo aprova lei que visa a destruição das creches públicas e um financiamento do Estado as empresas privadas de educação.
7q07nkgdsh_uz288wm6v_file
Gopistas atacam creches
São Paulo aprova lei bolsonarista para privatizar creches
Direita na cidade de São Paulo aprova lei que visa a destruição das creches públicas e um financiamento do Estado as empresas privadas de educação.
Golpistas são um total antagonismo ao povo brasileiro.
7q07nkgdsh_uz288wm6v_file
Golpistas são um total antagonismo ao povo brasileiro.

A Câmara Municipal da cidade de São Paulo, aprovou em primeira votação o projeto de lei que visa o fortalecimento da iniciativa privada no âmbito escolar, sobretudo nas creches.

O projeto, ainda em discussão, pretende que sob o nome “Programa Mais Creche”, levar a prefeitura paulista a pagar as creches privadas na tentativa de fornecer mais vagas aos alunos dos quais não conseguiram em rede pública.

Pelo nome até parece ser uma medida popular, no entanto o que a direita golpista está buscando fazer é, em vez de impulsionar a construção de novas creches públicas, de financiar a educação brasileira em prol dos alunos, a prefeitura agora irá trocar o investimento no público pelo privado.

Quem ficará responsável por “garantir” o acesso dos alunos as escolas seria a iniciativa privada, que receberia diretamente do governo para abrir novos espaços. Um modo descarado de desviar o dinheiro público para os grandes capitalistas, não só sucateando a educação como impedindo que a própria educação pública possa se desenvolver.

Caso seja aprovada, esta medida implicará no fim do investimento na educação pública, e no seu progressivo deterioramento, que cada vez mais terá seu espaço substituído pelas empresas privadas. Agora, não basta apenas privatizar, destruir a educação pública e abrir espaço para os grandes capitalistas, e sim, também financia-los com o dinheiro que supostamente era para retornar ao povo.

A votação de aprovação ocorreu na quarta-feira, dia, com uma massiva propaganda da direita. De acordo com cálculos, esta lei irá transferir cercar de 300 milhões de reais para as escolas privadas. Tal medida se assemelha com a política de vouchers, muito conhecida em países como Inglaterra, dos quais largaram a população pobre nas mãos da iniciativa privada, e agora veem em seu povo uma revolta devido as condições abaixo da média em que os alunos são tratados, as pressões financeiras feias pela escola sobre as famílias e uma série de chantagens que levam por fim o aluno ser totalmente rebaixado dentro da instituição privada de ensino.

Os golpistas dizem que com isso poderão beneficiar milhares de crianças que estão nas enormes listas de esperas e que supostamente iriam impor garantias de qualidade nestas instituições. Porém, o que já conhecemos da direita é que tudo isso resultará em mais um passo para o esmagamento da população pobre e a total entrega da educação pública nas mãos dos grandes capitalistas.