A direita só sabe punir
Governos que já fizeram demagogia com o isolamento social, agora apelam para a demagogia punitivista. A esquerda não pode cair nessa armadilha
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
50058426973_fe79e2a6f5_k
O fascista João Dória, um dos governadores "científicos", distribui multas ao invés de máscaras | Foto: Governo do Estado de São Paulo

Como o PCO alertou já em março, o combate à pandemia demandaria investimentos do poder público para evitar o elevado morticínio. A política inicial dos governadores de se apoiar apenas no isolamento social agora vem sendo substituída pela abertura total da economia. Um fator, no entanto, se manteve exatamente igual: a falta de disposição do poder público em investir minimamente para salvar as vidas.

Fica cada vez mais claro que a demagogia apresentada por fascistas como João Dória e Wilson Witzel na defesa da quarentena não passou de uma cortina de fumaça para esconder que nenhum deles estava disposto a abrir os cofres públicos em prol da população.

Agora que a ordem da burguesia internacional é abrir toda a economia, a população brasileira está sendo jogada em direção à intensificação dos contágios. Itens básicos para prevenir o avanço desenfreado da pandemia como máscaras e álcool em gel nunca chegaram a ser distribuídos pelos governadores “científicos” para os mais pobres.

Para piorar, os governos que não fizeram nada agora resolveram passar a conta para pessoas e estabelecimentos. De certa forma, não deixa de ser uma nova empreitada demagógica que busca transferir responsabilidades que cabem ao poder público.

Como infelizmente já era previsível, parte da esquerda cai novamente na conversa fiada da direita. No mesmo tom com o qual alguns buscaram culpar o povo brasileiro pela eleição fraudulenta de Jair Bolsonaro, as redes sociais estão cheias de esquerdistas pequeno-burgueses aplaudindo essa política meramente punitiva e que tem a mesma função de ocultar a falta de ação dos governos.

É importante destacar algumas das medidas necessárias levantadas pelo PCO em março, como o aumento imediato das verbas para a saúde, aumento do número de instalações e equipamentos, contratação imediata de todo o pessoal da saúde necessário, aumento do número de leitos nos hospitais públicos, distribuição gratuita de máscaras, luvas, álcool e remédios, entre outras.

Para fazer frente ao avanço da pandemia é necessário denunciar a política meramente demagógica dos governadores assim como a política genocida de Bolsonaro. A esquerda não pode ficar a reboque de figuras monstruosas como Doria e Witzel, nem iludir a população sobre o alcance real da ação parlamentar de meia dúzia de deputados e vereadores.

É preciso organizar a população para pressionar o poder público a distribuir os itens básicos de higiene e não aplaudir o punitivismo que quando for conveniente será usado contra a ação política da esquerda.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas