Total abandono
Desde o início do mês de abril , Samu é responsável por atestar mortes caseiras. Médicos dizem que a quantidade de mortes é o dobro de períodos anteriores.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
casa
Samu atende idosa morta por COVID em SP. Foto: Foto: Yan Boechat |

Desde o início do mês de abril , Samu é responsável por atestar mortes caseiras; ‘Passo duas ou três horas no local apenas preparando o corpo e fazendo a autópsia verbal’, diz médico

Foram atendidos  em média 600 casos por dia entre 10 e 24 de abril. Pelas estimativas do diretor médico do serviço, pelo menos 70% desses atendimentos estão diretamente relacionados ao novo coronavírus.

No mesmo período de dez dias, o Samu emitiu outros 120 atestados de óbito nas residências de São Paulo. Trata-se do dobro do que era registrado em intervalo de tempo semelhante antes da pandemia. Em nenhum desses casos houve teste para Covid-19, ainda que alguns entrem na lista de suspeitos.

O médico que não quer se identificar afirma que é impossível saber o número exato de mortes sem os testes que confirmes a contaminação.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas