Eleições na capital baiana
Candidato fascista do PRTB é apenas um “boi de piranha” para desvincular ACM Neto e o DEM de Bolsonaro, odiado pelo povo
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Cezar Leite (PRTB)
Foto: Facebook/Cezar Leite
Cézar Leite (PRTB) | Foto: Facebook/Cézar Leite

O presidente fascista Jair Bolsonaro, eleito de maneira fraudulenta, é tão odiado pela população de Salvador, que a direita tradicional, apelidada de “centrão”, faz mais do que questão de escondê-lo. Para isso, o “fascista adestrado” e atual prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), colocou um aliado seu, Cézar Leite (PRTB), como “boi de piranha” para tentar desvincular sua imagem a do odiado Bolsonaro.

O atual vereador de Salvador, Cézar Leite, antigo aliado de primeira ordem do DEM e de ACM Neto, de época recente para cá, como num passe de mágica, começou a fazer oposição ao herdeiro do carlismo na Bahia. Porém, o que se sabe muito bem é que Leite, como num jogo de xadrez, não passa de um peão, utilizado por ACM Neto para atrair o ódio a Bolsonaro para si, enquanto o candidato do prefeito golpista, Bruno Reis, nada de braçadas em uma eleição completamente fradulenta e antidemocrática.

No debate entre os candidatos a prefeito de Salvador, realizado nesta quarta-feira (4/11), Cézar Leite propagandeou-se como candidato da direita conservadora e de Bolsonaro. O fascista fez completa demagogia ao atacar ACM Neto e dizer que o DEM é o maior oposicionista a Bolsonaro.

A vida de Cézar Leite estaria tranquila. Não fosse a intervenção do candidato do Partido da Causa Operária (PCO), companheiro Rodrigo Pereira, que desmascarou o fantoche dos carlistas em público. Rodrigo foi enfático em lembrar que ACM Neto é o presidente nacional do DEM, o mesmo partido que controla tanto a Câmara quanto o Senado e pior, conta como um dos seus principais quadros um aliado de primeira ordem de Bolsonaro, o ministro Onyx Lorenzoni. Ministro este que é o responsável pelo chamado auxílio emergencial, que pelo seu valor minúsculo e das enormes dificuldades para o trabalhador receber (longas filas na Caixa, demora para aprovação via aplicativo, demora para recebimento da primeira parcela, etc.), deveria ser rebatizado para “auxílio miséria”.

Rodrigo Pereira deixou mais do que claro que ACM Neto sabe que Bolsonaro é odiado pela população de Salvador, por ser um presidente que só trouxe fome, desemprego e miséria para a classe trabalhadora. Por isso, “contratou” um “peão” para ser sacrificado em nome da eleição do seu outro “fantoche”, Bruno Reis. Por fim, companheiro Rodrigo foi enfático em mostrar que o verdadeiro candidato de Bolsonaro, em Salvador, é Bruno Reis. Este, sim, é o candidato da direita conservadora, burguesa e escravocrata, de Salvador.

Após a fala de Rodrigo, Cézar Leite perdeu totalmente o ímpeto ao qual começou o debate. O farsante, agora desmascarado, perdeu-se em sua confusão, criando, a partir de sua confusão, uma inexistente aliança entre todos os outros contra Bolsonaro.

Portanto, é possível dizer que “o rei está nu”, ficou exposto a todos que ACM Neto está disposto até mesmo a “sacrificar seus peões” para que possa desvincular sua imagem do presidente fascista Bolsonaro. Deve-se alertar a toda esquerda que não é possível tolerar alianças com golpistas, nem mesmo sob o pretexto de uma oposição a Bolsonaro, pois estes são os verdadeiros responsáveis por Bolsonaro ter chegado ao poder.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas