América Latina
Novo ordenamento econômico passa a vigorar em janeiro, será gradativo, e terá criação de imposto previdenciário e aumento nas tarifas de transporte.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
cuba2
Novo ordenamento econômico prevê inflação, para compensar, governo aumenta o salário em 9 vezes | Foto tirada de: Agência Brasil

O governo cubano já havia divulgado em outubro mudanças econômicas. No último dia 10/12 foi feito o anúncio de que o novo ordenamento econômico passaria a valer a partir de janeiro de 2021. O peso cubano será a única moeda e terá uma relação de 24 pesos cubanos para 1 dólar. O salário mínimo sofrerá um aumento de 9 vezes para compensar a inflação prevista com os aumentos nos custos de produção, nova contribuição previdenciária de 5%, imposto sobre salário para quem ganha mais de 3260 pesos e a redução de subsídios e gratuidades. As “bodegas” continuarão a funcionar e os produtos básicos continuarão a servir as famílias.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas