Saiba como foi derrotado o Integralismo, o fascismo brasileiro: somente na 43ª Universidade de Férias

capa facebook 1 - fascismo - o que é e como combatê-lo - v32

Falar do crescimento do fascimo se tornou lugar-comum. Grupos ligados ao MBL, a Olavo de Carvalho, a Bolsonaro, são retratados – acertadamente – com esse rótulo. No entanto, ao mesmo tempo que a esquerda denuncia o fenômeno, ela também da sinais de uma compreensão incompleta do problema.

A consequência é uma política confusa sobre como agir para derrotá-lo. Um exemplo recente é a mudança completa do discurso após as últimas eleições. Inúmeros setores que passaram anos chamando a extrema-direita de fascista resolveram, de um dia para o outro, “respeitar as urnas” e aceitar Bolsonaro como se fosse um dever democrático.

No Brasil da década de 1930, o fascismo se organizou em torno do movimento integralista, coordenado por Plínio Salgado, Miguel Reale entre outros. Com a crise econômica, a burguesia passou a financiar os integralistas, para reprimir o crescimento e a insatisfação das organizações operárias. Organizados em torno dos trotskistas da Frente Única Antifascista (FUA) e de comitês de luta, os trabalhadores e populares conseguiram inibir manifestações integralistas, fazendo o movimento recuar.

Um dos marcos da luta naqueles tempos ficou conhecido como a “revoada das galinhas verdes”, em 7 de dezembro de 1934, no qual a FUA expulsou da Praça da Sé os integralistas que ali realizavam um ato público. O sucesso da manifestação deu força à luta contra a extrema-direita, impulsionando a formação da Aliança Nacional Liberatadora (ANL).

A história da luta contra o fascismo é um tema central da 43ª Universidade de Férias do Partido da Causa Operária. O evento visa auxiliar a compreensão deste fenômeno, de vital importância para a conjuntura política atual. O curso é aberto para todos os interessados, representantes e militantes de organizações populares, e simpatizantes da luta em geral.

A Universidade de Férias do PCO é o mais tradicional e prestigiado curso de formação marxista brasileiro. Em sua 43ª edição, terá como título Fascismo: o que é? Como combatê-lo? A atividade acontecerá de 12 a 26 de janeiro de 2019. Além da atividade didática e política, será uma oportunidade de convívio, estreitamento de laços sociais e lazer para toda a família e amigos. São diversas atividades coletivas e colaborativas, de esporte e cultura, proporcionando um ambiente descontraído e fraterno.

Procure o PCO e inscreva-se já:

(11) 98589-7537 (TIM)
(11) 96388-6198 (Vivo)
(11) 97077-2322 (Claro)
(11) 93143-4534 (Oi)