Rússia inventa míssil supersônico que ultrapassa velocidade de 32 mil km/h

Putin-Avangard-teste

Da redação – Hoje (27), Yuri Borisov, vice-primeiro-ministro da Rússia, afirmou que o novo míssil hipersônico criado pelo país ultrapassa a velocidade de 32 mil km/h.

Nos últimos testes, (o míssil) desenvolveu velocidades próximas de Mach 30. Alcançou Mach 27. A esta velocidade, praticamente não há nenhum foguete antimíssil que possa abatê-lo”

Se isto for verdade – e é bem provável que seja – a Rússia estaria bem na frente da tecnologia bélica do próprio Estados Unidos e do restante do imperialismo.

Segundo Borisov, a díficil prever a localização do míssil do sistema Avangard pois ele muda de direção com facilidade, podendo manobrar pela vertical e horizontal.

Nas palavras dele, o foguete “anula praticamente a defesa antimísseis. É muito difícil de ser detectado e, mais ainda, de ser abatido”.

O primeiro-ministro do país, Vladimir Putin, anunciou que o sistema entrará em vigor já à partir do ano que vem. Fundamental para a Rússia que está sendo ameaçada cada vez mais pela política de guerra do imperialismo.

Vale lembrar que o alto desenvolvimento tecnológico da Rússia se deve, fundamentalmente, à revolução proletária que ocorreu no país em 1917, que fez o país, que era majoritariamente agrário e atrasado, se tornar uma potência econômica e militar, criando uma independência política gigantesca em relação ao imperialismo.

Por mais que o estado operário tenha sido destruído pela política da burocracia soviética de capitulação, os resultados da revolução ainda são visíveis hoje.