G20 summit in Anatalya, Turkey

Caracas, 06 Jun. AVN* – Rússia e China defendem a estabilidade da Venezuela diante da atual conjuntura política no país, afirmou o presidente russo, Vladímir Putin após um encontro com o mandatário chinês, Xi Jimping.

“Falamos extensivamente sobre os temas da atualidade internacional, confirmamos que as posições da Rússia e China em temas mundiais chave são próximas, ou como dizem os diplomatas, coincidem”, acrescentou Putin sobre as negociações russo-chinesas no formato ampliado, citou Sputnik.

Já o presidente da China destacou que a nação asiática vai trabalhar com a comunidade internacional “para desempenhar um papel positivo e construtivo sobre o assunto da Venezuela”, afirmou HispanTV.

O líder chinês destacou que Pequim fará o posível para ajudar a Venezuela a restabelecer o desenvolvimento cotidiano em relação à economia.

Afirmou que a China defende que os assuntos pertinentes entre governo e oposição sejam resolvidos através do diálogo político inclusivo, com consultas no âmbito da Constituição da Venezuela.

O chefe de Estado disse ainda que o país asiático se opõem a uma intervenção no país sul-americano, através de sanções unilaterais, implementaçao da força militar ou ameaças de intervenção estrangeira.

Relações estratégicas

O chefe de Estado russo expressou que a Rússia e China “têm a intenção de desenvolver a prática de pagamentos em moedas nacionais”:

“Acabamos de assinar um acordo intergovernamental, destinado a seguir expandindo o uso de rublos e yuanes no comércio bilateral, assim como garantir o funcionamento ininterrupto dos serviços bancários para transações nas condições de inestabilidade nos mercados globais”.

O presidente russo afirmou que as conversações foram “francas e nutridas”.

Também destacou que foram debatidos “temas mais importantes da associação estratégica russo-chinesa” ao acentuar que as relações entre os dois países “alcançaram, sem exagero,um nível sem precedentes”.

O presidente chinês ressaltou que as relações entre as duas nações superaram a prova do tempo.

“Passo a passo conseguimos levar nossas relações no nível mais alto na história, não há limite para melhorar nossas relações, que somente continuarão melhorando, espero que esta visita seja frutífera”.

Jimping chegou nesta quarta-feira a Moscou, em uma visita de Estado para participar do 23º Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo.

* Os artigos reproduzidos não expressam necessariamente a posição deste diário ou do Partido da Causa Operária