Rússia denuncia que EUA preparam militares para uma intervenção na Venezuela

6HC7FAZ3IVHM3EFF5BABM7QU6A

Da redação – Os Estados Unidos estão enviando suas forças especiais para Porto Rico e militares para a Colômbia, com o objetivo de utilizá-los em uma intervenção na Venezuela, denunciou hoje (26) o secretário do Conselho de Segurança da Rússia, Nikolai Patrushev.

Esse deslocamento de forças militares “mostra claramente que o Pentágono aumenta a agrupação de suas tropas na região com a finalidade de utilizá-las em uma operação de derrubada do presidente legitimamente eleito, [Nicolás] Maduro”, disse, em entrevista ao jornal russo Argumenty i Fakty.

Patrushev também denunciou que, “mostrando sarcasmo e arrogância com o povo venezuelano, os EUA preparam uma intervenção militar em um país independente”.

No último sábado (23), fracassou a invasão dos capachos do imperialismo, Brasil e Colômbia, através da falsa “ajuda humanitária”. No entanto, o governo Maduro e o povo venezuelano devem manter a vigilância nas fronteiras, preparar as forças armadas e as milícias populares e pedir apoio de seus aliados, como a própria Rússia, para se defender de uma possível intervenção imperialista.