Rússia denuncia: imperialismo prepara invasão da Venezuela pelas fronteiras com Brasil e Colômbia

Soldados-venezuelanos (1)

Da redação – A Rússia denunciou mundialmente a ofensiva golpista dos Estados Unidos contra a Venezuela, através do vice-representante russo na ONU, Dmitry Polyansky, em uma reunião do Conselho de Segurança da ONU nesta quinta-feira (21).

“Aparentemente, estando em um frenesi provocativo, nossos colegas americanos, que agora estão preparando uma provocação flagrante na fronteira colombiana-venezuelana, marcada para 23 de fevereiro, estavam entusiasmados demais e decidiram se envolver em insinuações e notícias falsas no Conselho de Segurança”, disse Polyansky.

A declaração apareceu momentos depois que o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, anunciou a iniciativa defensiva de fechar a fronteira com o Brasil frente aos últimos discursos de agressão vindos do governo golpista de Jair Bolsonaro (PSL) e de revelações da imprensa burguesa brasileira, que divulgou informações sobre a preparação militar para invasão.

O líder venezuelano vem denunciando sistematicamente que a tal “entrega de ajuda humanitária” dos EUA e do Brasil é um pretexto para interferir na política interna da Venezuela.