Coronavírus
Segundo uma autoridade russa, a imprensa capitalista internacional promove uma “guerra das vacinas” contra o medicamento russo.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
naom_5faa3eeaaaa4a
Sputnik V, medicamento contra o coronavírus desenvolvido pela Rússia. | Reprodução.

A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, María Zajárova, denunciou nesta sexta-feira (11) que está em curso uma campanha internacional direcionada contra a vacina Sputnik V, desenvolvida pelo Instituto Gamaleya de Moscou.

María diz que os conteúdos publicanos na imprensa internacional buscam passar uma imagem negativa do medicamento contra o coronavírus desenvolvidos em seu país. Ela se refere à “guerra de vacinas”.

Os laboratórios dos países imperialistas atuam para manter o controle do mercado mundial de medicamentos. Trata-se de uma disputa comercial.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas