Rumo à greve: aprovada a pauta da campanha salarial de emergência dos trabalhadores em frigoríficos

frigorifivo

Aprovado no dia 29/06/2018 em assembleia dos trabalhadores nas indústrias de carne, derivados e do frio no estado de São Paulo, a pauta de reivindicações da campanha salarial de emergência que será apresentada na próxima semana aos patrões.
Os patrões dos trabalhadores em frigoríficos deixaram os trabalhadores sem reajuste desde novembro de 2017. Queriam eles oferecer um percentual ínfimo de 1,83%, enquanto os produtos deles foram reajustados no período de 2017 em mais de vinte por cento, ou seja, uma situação impraticável e que não foi aceita pelos trabalhadores.
Neste mês de julho completa oito meses sem que os operários em frigoríficos não têm reajuste salarial, isso é uma verdadeira afronta, principalmente porque, se juntar os reajustes de produtos e serviços, tanto do ano de 2017, quanto os sete meses deste ano, o percentual ultrapassa, sem sombra de dúvidas os 35%.

Essas são algumas das propostas aprovadas pelos trabalhadores:
Piso salarial da categoria de R$ 4.500,00
Reajuste salarial de emergência de 35%
Não ao banco de horas
Convênio médico gratuito para todos os trabalhadores e seus familiares
35 horas semanais de trabalho
Os representantes do Sindicato dos trabalhadores nas Indústrias de Carne, Derivados e do Frio no Estado de São Paulo entregarão a pauta na próxima quarta-feira (11/07) e exigirá dos patrões a imediata reunião.
Os trabalhadores já disseram: basta de esmolas, se não algo diferente do oferecido em novembro, vai ter grave.