Siga o DCO nas redes sociais

Análise Política
Rui Pimenta: rebelião no Equador é resposta à traição de Lenín Moreno
O presidente do PCO, Rui Costa Pimenta, participa agora, ao vivo, de mais uma Análise Política, programa que vai ar todas as terças-feira, às 16h
Rui Costa Pimenta Eduardo Matysiak
Análise Política
Rui Pimenta: rebelião no Equador é resposta à traição de Lenín Moreno
O presidente do PCO, Rui Costa Pimenta, participa agora, ao vivo, de mais uma Análise Política, programa que vai ar todas as terças-feira, às 16h
O presidente do PCO, Rui Costa Pimenta. Foto: Diário Causa Operária
Rui Costa Pimenta Eduardo Matysiak
O presidente do PCO, Rui Costa Pimenta. Foto: Diário Causa Operária

O presidente do PCO, Rui Costa Pimenta, participa agora, ao vivo, de mais uma Análise Política, programa que vai ar todas as terças-feira, às 16h, na TV247, com retransmissão pela Causa Operária TV. Hoje Rui Costa Pimenta analisa as eleições em Portugal e a rebelião popular contra Lenín Moreno no Equador.

Rui chamou atenção para o fato de que Moreno é resultado de um golpe da direita, como aconteceu em vários países da região, sob o comando do imperialismo. A rebelião está levando esse governo a desmoronar, e até agora assinala um “fracasso da política golpista”. No entanto, diferentemente do que houve no começo dos anos 2000, dessa vez não há sinais de que o imperialismo está disposto a ceder diante da revolta dos trabalhadores. Como mostra o apoio das forças armadas a Lenín Moreno e a transferência da capital de Quito para Guayaquil, uma manobra para o governo fugir dos protestos.

Segundo Rui Costa Pimenta: “o fato de que não entregaram o poder nem recuaram mostra que dessa vez o imperialismo procurará evitar ceder à mobilização popular. Até aqui é tudo muito extraordinário. É um exemplo para o Brasil, esse é o caminho. Como vamos acabar com o governo Bolsonaro? Da maneira que os equatorianos estão acabando com Lenín Moreno. N~o sei se o povo sairá vitorioso, mas esse é o único caminho. No Brasil temos que trabalhar por essa solução. E essa é uma solução democrática, Lenin Moreno traiu todos os seus compromissos. No Brasil, Bolsonaro é fruto de uma fraude eleitoral.

Leia Também  Conexão América Latina e as ameaças dos EUA no Continente
 



Share via
Copy link