Rui na Análise Política da TV 247: Lula é Haddad?

247 rui

O Presidente Nacional do Partido da Causa Operária (PCO), Rui Costa Pimenta, será recebido nesta terça-feira (18), às 16 horas, pelo jornalista Leonardo Attuch para mais uma tradicional Análise Política na TV 247, que na semana passada foi acompanhada por 12 mil pessoas ao vivo e, também como na semana passada, será re-transmitida ao vivo pela Causa Operária TV.

No debate de hoje, os jornalistas de profissão irão debater as questões imediatas das eleições em meio ao golpe de Estado, como nas últimas semanas, mas, principalmente em torno da retirada da candidatura de Lula e os rumos dos trabalhadores para libertar o ex-presidente nas ruas. Os últimos passos dos golpistas, vieram do Supremo Tribunal Federal (STF), onde, o ministro Dias Toffoli assumiu a presidência, tutelado por um general como assessor – o que podemos entender de forma inversa, já que os militares mandam no país através do ministro Sérgio Etchegoyen – e declarou que não vai pautar o problema da prisão em 2ª instância para esse ano. Isso deixa claro para os trabalhadores que dentro das instituições não derrotaremos o golpe, e, muito pelo contrário, se dependermos das instituições burguesas, o petista não irá mais ver a luz do sol brilhar.

É necessário debater profundamente a necessidade de defender Lula até o fim, pois, se os militares estão indo até a imprensa burguesa, como o general Hamilton Mourão, para ameaçar abertamente um golpe militar, quer dizer que os trabalhadores correm grande risco e não podem crer cegamente que as eleições são a questão fundamental no atual momento. Frente ao crescimento da extrema-direita, a classe trabalhadora deve reagir, não apenas fazendo campanha eleitoral para falar de propostas que não conseguirão implantar, mas sim, indo para as ruas para trazer as amplas massas de trabalhadores para a luta contra o golpe.

O programa tradicional dentro da esquerda nacional, está batendo recordes de audiência e a participação dos trabalhadores no debate é fundamental. Então compartilhe o máximo nos grupos de facebook, nas redes sociais e convide seus amigos para essa discussão que esclarece e norteia a classe trabalhadora na luta contra o golpe.

Contribua com a vakinha pela liberdade de Lula.