Rui Costa Pimenta: “uma ala ‘ética’ do PT prefere o Haddad é a mesma ala que queria expulsar José Dirceu”

o-boullos-e-uma-escolha-de-uma-articulacao-direitista-no-psol-rui-costa-pimenta-na-analise-politica-da-semana

Transcrevemos abaixo um trecho da Analise politica da Semana do ultimo dia 15 de setembro, no qual o presidente do PCO Rui Costa Pimenta analisa a politica direitista de um setor do PT contra a candidatura de Lula.

Ficou clara na substituição do Lula pelo Haddad, que uma ala do PT prefere o Haddad ao Lula. Essa e uma ala do PT que quer um partido ético, eles gostariam de ver o Lula fora das eleicoes, promovendo uma reformulação do partido. Retirando todos os corruptos, ou que eles consideram corruptos, e, portanto, eles festejaram a substituição do Lula pelo Haddad, abrindo o jogo, colocando as cartas na mesa. Uma parte do PT não festejou nada, se apoiou na tática do Lula. Mas toda uma parte do PT acha que o Haddad e o melhor candidato. Se você vir a entrevista do Haddad do PT na Rede Globo, algumas pessoas se arriscaram a elogiar duas, ou três frases dele na entrevista, mas maioria protestou, mostrando que o outro lado esta jogando. Um parlamentar do PT afirmou que o Haddad foi interrompido 62 vezes. Eles simplesmente não deixaram o Haddad falar nada que interesse a ninguém. A única coisa que fica e que ele não conseguiu se defender da corrupção. Ele afirmou que militantes do PT se envolveram na corrupção, e agora não da para ficar sustentando isso ai, toda uma ala do PT pensa isso ai. Um setor do PT, na época do mensalão, chamada de Mensagem ao Partido, propos expulsar todo um setor do partido, que supostamente tinha sido acusado de corrupção. O Haddad era dessa ala, depois foi escolhido como candidato do Lula, e veio para a ala Lulista. Faz parte da ala direitista, o Tarso Genro do PT do Rio Grande do Sul, o PT do Rio Grande do Sul foi o que menos se mobilizou em defesa do Lula. O ex-governador do Rio Grande do Sul deu entrevista de que o PT tem que fazer autocritica. Assim como o ex-ministro da justiça, José Eduardo Cardoso, que atuou muito mais a favor do golpe. Muita gente vai falar o Lula indicou o Haddad, mas o Lula e líder de um partido que e um balaio de gatos, ele adotou uma politica que ele considera capaz de unificar o partido. E por esse motivo que teve festa e o pessoal não se recriminou em falar la que o que estava ocorrendo era o assassinato politico de Lula, para que falar de coisas tao desagradáveis se o momento e de festa. Então nos temos que levar em consideração isso

Assista o trecho na Causa Operaria TV: