Rui Costa Pimenta sobre a direita: “os profissionais da mentira”

mentira

O Companheiro Rui Costa Pimenta, se referindo ao caso do suposto atentado conta Bolsonaro, lembra que no caso da morte de Tancredo Neves os médicos mentiram para a população inteira por vários dias a respeito do estado de saúde do então presidente eleito.

Confira abaixo a transcrição da fala do companheiro e o vídeo.

“Aqui a gente entra numa dessas coisas grotescas da política nacional: O misterioso atentado conta Jair Bolsonaro. A primeira coisa que eu queria dizer é o seguinte: logicamente todo mundo acha que é impossível você montar ma farsa. Eu vi gente falando assim: — Mas todo mundo vai participar da farsa, os médicos e tudo mais? — A única coisa que a gente pode dizer é o seguinte: eu não sei se houve farsa ou não, mas uma coisa é certa, se quiserem fazer uma farsa, envolver meia dúzia de médicos e tudo mais, é a coisa mais fácil do mundo.

Muita gente não deve se lembrar mas há o caso relativamente recente do presidente que não assumiu: Tancredo Neves. Ele entrou no hospital com um probleminha e saiu morto. Os médicos mentiram para a população durante todo o tempo que ele esteve no hospital. E ele também mentiu dizendo pouco antes de morrer que estava cem por cento.

Então quando eu vejo esse tipo de declaração eu fico surpreso que as pessoas tenham tanta fé assim no que verdadeiros profissionais da mentira mostram pra elas a primeira vista. Eu por exemplo não ponho a mão no fogo que tudo isso que dizem que aconteceu com Bolsonaro efetivamente aconteceu. A única coisa que a gente viu foi alguém levantando a mão com uma faca na direção do Bolsonaro e ele sendo carregado sem uma gota de sangue.

Há uma discussão de supostos especialistas a respeito de quanto sangue deveria ter saído do ferimento. Mas como nós não somos especialistas a única coisa que sabemos é que o homem quase morreu e não caiu uma gota de sangue. O que seria até natural, pela conduta de Bolsonaro em todos os momentos dá até pra dizer que seja um ser sem sangue humano nas veias. ”

Acompanhe a Análise Política da Semana todos os sábados às 11h30, na Causa Operária TV.