Rui Costa Pimenta: “Maduro não é ditador”

004_mg_3114_1365015370

O presidente nacional do Partido da Causa Operária, Rui Costa Pimenta, apresenta o programa Análise Política da Semana, que vai ao ar todos os sábados às 11:30 e é transmitido pela Causa Operária TV no Youtube e pela Rádio Causa Operária. No programa, Rui apresenta uma análise marxista dos principais acontecimentos políticos da semana.

Na Análise Política apresentada no dia 04 de Maio, Rui abordou o problema da Venezuela, de forma a esclarecer que o presidente Nicolás Maduro não é um ditador, contrariamente ao que afirmam a diariamente a grande mídia burguesa no Brasil, caso os jornais golpistas Folha de São Paulo, Estadão e a TV Globo e seus associados. Confira as palavras do companheiro Rui na transcrição abaixo:

“A primeira coisa que devemos dizer sobre esse golpe, que é muito importante, porque essa é uma questão em disputa dentro da própria esquerda brasileira e internacional, é que o golpe mostrou a farsa da ditadura do Maduro, que é invenção dos norte-americanos e do imperialismo em geral e caiu por terra.

Eu vi uma jornalista norte-americana na Fox News, dando uma entrevista, então vou repetir as palavras dela para não usar as minhas próprias, ela falou uma coisa que é muito sensata. Ela falou que se quando o Trump ganhou e a Hilary Clinton tivesse pego uma duas dúzias de militares e tentasse ocupar a Casa Branca e tomar o governo pela força, ela teria ido para na cadeia, e isso aconteceria em qualquer país do mundo, menos na Venezuela, onde existe uma ditadura. Jornais que não merecem nenhum respeito e nenhuma consideração, como é o caso da Folha de São Paulo, eles escrevem assim: “o ditador Maduro”. Se você tiver o desprazer ou o dever muito desagradável de ler a Folha de São Paulo, toda hora você vai ler “o Ditador Maduro”, parece que o nome dele não é “Nicolás Maduro” e sim “Ditador Maduro”. Mas, o “Ditador Maduro”, o governo dele é tão ditatorial, que ao invés de botar na cadeia todo esse pessoal que tentou organizar o golpe, a única coisa que fizeram até agora foi exigir que a pessoa que foi libertada da cadeia, acusada de crime comum, porque uma pessoa que impulsionou que pessoas fossem queimadas nas manifestações que aconteceram em Caracas há alguns anos atrás, que queimou sedes de partidos e organizações ligadas ao chavismo, que realizou uma série de atos de extrema-violência e foi condenado pela justiça, que ele esteja sob a proteção do governo espanhol. O que é também uma barbaridade.

Então, além da queda do golpe de Estado, outra coisa que caiu, pelo menos para qualquer pessoa que queira enxergar a realidade, é a lenda, o mito, de que na Venezuela exista uma ditadura. Se o que a gente está vendo na Venezuela é uma ditadura, o que estamos vendo no Brasil não dá nem pra classificar, porque no Brasil a repressão política é infinitamente maior do que na Venezuela.”

Veja o trecho da Análise em que Rui faz a discussão sobre a questão de Nicolás Maduro e as campanhas que o classificam como ditador: