Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
o-boullos-e-uma-escolha-de-uma-articulacao-direitista-no-psol-rui-costa-pimenta-na-analise-politica-da-semana
|

Rui Costa Pimenta mostra que a luta desesperada para vencer a eleição fez a esquerda abrir mão do seu programa.

“Vamos imaginar um cenário no qual o Haddad vá para o segundo turno. O que ele vai falar? Vai falar dos salários? Terras para os camponeses? Não. Ele vai falar que para vencer do Bolsonaro precisamos dos coxinhas, anti-coxinhas, antifascistas. E para que esse povo todos no apoie nós precisamos ficar, nós mesmos, bem coxinhas. Vai ficar parecido com a Ana Amélia. Aí vai ficar aquela coisa desmoralizante.

Quando saiu a última pesquisa, dizem os jornais, o PT se dividiu e a ala direita disse o Haddad teria que acalmar o mercado. Mas, salvo engano, a bolsa está calmíssima, o dólar caiu e tudo mais. Mas vejam só a jogada da ala direita do PT: “precisamos nos colocar a serviço doa grandes tubarões para ganhar a eleição”. Aí fica a pergunta: Pra que ganhar a eleição nessas condições? O que é mais importante, o cargo ou os interesses que você defende?

Chega uma hora que ninguém sabe mais o que tá fazendo, a única coisa que restou para a esquerda como programa é derrotar o Bolsonaro. Porque o Bolsonaro seria o fascismo e o fascismo seria demais, estaria fora da democracia. Mas nós não temos mais democracia”

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas