Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
diadogolpe1
|

Da redação – O presidente do PCO, Rui Costa Pimenta, participa agora de mais uma Análise Política, na TV247. O programa vai ao ar toda terça-feira, às 16h, com retransmissão pelo canal da Causa operária TV no YouTube. O tema tratado neste momento é o golpe de 1964, que Bolsonaro determinou que fosse comemorado nos quartéis.

Sobre se havia uma “ameaça comunista” em 1964, Rui apontou que “o governo João Goulart seria uma coisa parecida com o governo do PT. Não seria nenhum governo que iria revolucionar o PT e nem nada. Os motivos pelos quais ele foi derrubado foram os mesmos motivos que levaram à queda do PT. Uma política moderada”.

Naquele período, “havia uma polarização no país e com o João Goulart essa radicalização aumentou. O governo João Goulart procurou conter essa radicalização. Por exemplo, na greve dos 600 mil em outubro de 1963 o governo procurou conter o movimento. Quando a greve foi derrotada o governo perdeu uma das suas principais bases de sustentação e caiu meses depois”.

A politica do governo “não ia além de algumas reformas sociais”. Mas “nos últimos meses houve uma radicalização”, como por exemplo a “greve dos marinheiros”, que ameaçava a própria unidade dos militares. “Houve por exemplo o movimento dos sargentos, que procuraram dialogar com João Goulart”. Então os militares “lançaram um golpe militar antes que isso se tornasse impossível”.

Como não houve reaçao, o golpe “foi um passeio”. “A esquerda não acreditava no golpe”. Por isso o golpe foi bem sucedido apesar de ter pouco apoio popular.

Assista ao vivo na COTV:

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas