Rui Costa Pimenta: “a máquina de guerra contra o povo tem que ser desmantelada”

3569382_x720

As análises políticas de Rui Costa Pimenta acontecem todo sábado às 11:30 da manhã, compilando os principais acontecimentos da semana e comentando os acontecimentos no ponto de vista marxista. Em uma das análises recentes, Rui falou sobre as comemorações dos fascistas a respeito do aniversário do golpe militar de 1964.

“Bom, o grande fundamento desses argumentos em favor do golpe militar, isso é preciso que seja dito, é o fato de que os militares depois de terem cometido crimes contra a população brasileira durante 21 anos, saíram totalmente limpinhos da situação sem nenhuma punição, eu acho que esse é um dos dados mais importantes do golpe de 64.

No Brasil se fez um acordo entre os elementos da oposição, na época principalmente o MDB, mas também uma boa parte da esquerda estava com isso daí, se aprovou o que foi chamado de “Anistia ampla, geral e irrestrita”, outro dia eu estava lendo sobre a situação política num determinado país, e alguém falou assim “houve uma transição pacífica, sem derramamento de sangue etc” vamos estabelecer uma lei geral, se houve transição pacífica, os criminosos saíram todos impunes, já que na realidade o povo estava lá para derrubar os criminosos e apareceu um pessoal pra tirar essa gente da linha de fogo.

Em 1976 o povo brasileiro queria beber o sangue dos militares, pelas mais diferentes razões mas principalmente por causa da repressão, e aí apareceram os políticos conciliadores para chegar num resultado maravilhoso, todo mundo se abraça, torturadores e torturados, assassinos e mortos no cemitério, todo mundo em uma grande harmonia e paz, uma coisa linda, obviamente nunca concordei com isso e achava uma coisa grotesca, e agora a gente vê o resultado dessa paz, eles estão todos  aí pra repetir o feito e tão falando abertamente na nossa cara que aquilo foi bem feito, e que podem fazer novamente.

Quer dizer, um dos objetivos da luta popular contra a ditadura seria desmantelar esse aparato sinistro, criminoso, anti-povo que é a burocracia das forças armadas brasileiras, a verdade verdadeira é que em toda América Latina algumas pessoas que tem o mal hábito de elogiar outros países em detrimento do Brasil, não vamos falar que nos outros países foi diferente, na Argentina prenderam os comandantes militares das 3 juntas militares, mas também o exército argentino só faltou bombardear o próprio país, eles sumiram com trinta mil pessoas, eles precisavam dar alguma satisfação.

Finalmente nós temos que entender o seguinte, que quando a ditadura atua contra os movimentos democráticos, o que eles fazem é matar a fina flor da intelectualidade do país, isso daí do ponto de vista humano e econômico é um prejuízo extraordinário, mas só foram punidas nove pessoas, inventaram uma bestialidade chamada lei da obediência devida, que significava que se um comandante da junta militar mandasse, o cidadão tinha que torturar outro brutalmente em um porão ele não teria nenhuma responsabilidade sobre isso, isso é um escândalo total e completo.

No Brasil nem os comandantes foram punidos, saiu todo mundo livre, leve, solto e fresco, por isso que nós temos Bolsonaro aí a mil por hora defendendo a ditadura militar. Eu acho que nós temos que colocar como programa que essa máquina de guerra contra o povo brasileiro tem que ser desmantelada, enquanto não for desmantelada ninguém vai ter paz, nós estamos vendo o que tá acontecendo, acima de tudo nós temos que ver que o que está em jogo com a declaração do Bolsonaro não é o passado, é o presente.

Quando um presidente da república por mais idiota e ilegítimo que seja, manda as forças armadas comemorar o golpe criminoso de 64, ele ta ameaçando todo país, pois se isso é uma coisa que pode ser comemorada institucionalmente significa que essas instituições estão tornando absolutamente legítimo aquilo que está sendo feito, é um aviso pra população “vocês tomem cuidado que a gente põe os tanques na rua novamente, a gente reabre os porões dos organismos de segurança, não vamos trazer os velhos torturadores pois a maioria já morreu sem pagar pelos crimes que eles cometeram, mas vamos trazer novos torturadores já que psicopatas desse gênero não faltam no mundo, vamos torturar todo mundo e matar todo mundo, mandar todo mundo pro exílio etc e tal”

Quer dizer, é uma ameaça direta à população, aos movimentos democráticos, a classe trabalhadora e etc”