Negócio da China
Governador tucano Bolsoleite quer entregar a preço de banana o patrimônio do povo gaúcho
CEEEEE
Propostas devem ser entregues até dia 29 de janeiro. | Foto: Fernando C. Vieira - Grupo CEEE
CEEEEE
Propostas devem ser entregues até dia 29 de janeiro. | Foto: Fernando C. Vieira - Grupo CEEE

O governador direitista do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB) segue na política de entrega total do patrimônio do povo gaúcho. É o que indica o edital para a privatização da Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica (CEEE-D) e o aviso de leilão da empresa.

50 mil, a preço de banana.

O valor econômico mínimo para as propostas será o valor irrisório de 50 mil reais, um verdadeiro tapa na cara da população pagadora de impostos.

De acordo com o documento assinado pelo secretário estadual de Meio Ambiente e Infraestrutura, Artur de Lemos Júnior, que estabelece as regras para a alienação do controle da CEEE-D, por meio da oferta de um lote único aproximado de R$ 44.996.190, bem como de ações ordinárias e preferenciais de, no mínimo, 65,92% do capital social total da CEEE-D.

O edital de privatização da CEEE-D – o braço de distribuição da CEEE – foi publicado na manhã desta terça-feira no Diário Oficial do Rio Grande do Sul. O valor mínimo para as propostas é de R$ 50 mil. As propostas devem ser entregues até 29 de janeiro na bolsa de valores do Brasil (B3) e a data do leilão foi marcada para o dia 3 de fevereiro, em São Paulo.

A conta não fecha

Mesmo com a CEEE faturando 3 bilhões por ano em média, segundo a própria empresa, o governador Eduardo ”Bolsoleite” decidiu justificar a entrega do ativo público pois de acordo com a contabilidade golpista, estão devendo, segundo ele, até 4,4 bilhões de impostos para o estado do RS.

Mas é evidente que se fosse uma empresa privada, que em muitos casos possuem dividas que são de 10 até 15 vezes maiores que seus faturamentos, haveria uma negociação da dívida.

Mas além de querer entregar a empresa por preço de banana, 50 mil reais, o estado quer ”perdoar” a divida que a empresa , que agora é pública, tem com o próprio estado. E para isso vai injetar R$ 2,8 bilhões. Mas se perdoar, por que ela não pode seguir pública como é e como são as empresas de energia da maior parte dos países mais ricos do mundo?

Negócio da China

Vale a lembrança sobre as partes já vendidas pelo ex-governador Antônio Britto (PMDB), pai dos privatistas gaúchos, agora já pertencem a uma empresa estatal chinesa. Esta que provavelmente quererá comprar também esta outra parte que resta da Distribuição da CEEE e que atende toda a região metropolitana de Porto Alegre.

Num negócio “da China” destes, quem ganha é quem já tem muito. Já o povo, bom, o povo vai pagar mais caro pela energia. Ou nem vai mais ter energia, por que empresa privada quer é lucro e a estatal chinesa de energia no mundo capitalista é capitalista. Ela ganha dinheiro e lucro, mas para mandar pra China.

É preciso denunciar o governo golpista do PSDB que está fazendo o mesmo que fez o governador Ibaneis do DF, entregando a distribuidora CEEE-D para o capital estrangeiro, exercendo a polícia do fascista Bolsonaro e que os golpistas de todos os estados vem seguindo a risca.

Urgência de mobilização

Torna-se urgente uma mobilização para derrotar essa política entreguista. Nenhuma privatização e reestatização das que já foram privatizadas. Uma questão essencial diz respeito a como mobilizar os trabalhadores, para isso, uma questão fundamental é ter um plano de mobilização e uma pauta verdadeiramente de luta.

Organizar os trabalhadores por locais de trabalho; constituição de comitês de luta; realização de plenárias, congressos, locais, regionais e nacionais, que vá além da categoria dos eletricitários e se funda com um grande movimento nacional contra as demissões, contra as privatizações, pela reestatização das empresas privatizadas, pelo fora Bolsonaro e todos os golpistas incluindo Eduardo Bolsoleite, e finalmente, a luta pela restituição dos direitos políticos de Lula por sua candidatura a presidência em 2022.

Relacionadas
Send this to a friend