RS: Cidade suspende aulas para higienização diante de virose

maxresdefault (3)

Após o golpe de Estado desferido contra a presidenta Dilma Rousself, em 2016, a Educação tem sofrido com os diversos cortes no orçamento e no sucateamento do atendimento, pois falta funcionários e até produtos de higiene e limpeza.

Um caso significativo dessa situação é o que está ocorrendo na cidade de Piratini, no Rio Grande do Sul.

Lá as aulas das crianças da educação infantil estão suspensas do dia 18 ao dia 25 de março  A prefeitura adotou a medida após a confirmação de que cerca de 70 crianças de zero a cinco anos foram diagnosticadas com o vírus conhecido como (HFMD), que tem como sintomas feridas nessas regiões do corpo, febre, dor de garganta, mal-estar, irritabilidade e perda de apetite.

 Reconhecendo o caráter precário das instalações, a Secretaria de Educação informou que os locais passarão por uma higienização na segunda, antes do retorno às atividades, marcado para terça (dia26).

 A transmissão ocorre por contato direto com a saliva ou muco. A doença é contagiosa causada pelo vírus coxsackie, da família dos entrovírus que habitam normalmente o sistema digestivo e também podem provocar estomatites.

O caos em Piratini, se repete por todo o País e mostra a política de ataques ao ensino público dos golpistas e seus aliados nos Estados e Municípios.

Somente a mobilização da comunidade escolar e dos trabalhadores pode barrar todo o retrocesso que está sendo promovido pelo golpistas, inimigos do ensino público e de tudo que diga respeito aos interesses da população trabalhadora.