Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

No final de 2017, três dias antes de terminar o ano, cinco trabalhadores tiveram que ser socorridos no hospital São José, Ivoti, vítimas da falta de manutenção num frigorífico de abate de frango em Presidente Lucena, às 19h00, segundo informações de bombeiros da região.

De acordo com os bombeiros de Picada Café, que atenderam a ocorrência, o vazamento aconteceu por volta das 19h. “Rompeu uma válvula de retenção, que é canalizada para resfriamento das aves. Foi necessária a evacuação do pessoal para que a gente pudesse fazer essa retenção”, relatou o bombeiro voluntário Ivan Luiz Schneider.

Como em todos os acidentes em frigoríficos, o código da imprensa para os acidentes é: os pacientes vitimados passam bem ou estão em estado estável, neste caso não foi diferente.

A grande imprensa nunca entra na questão de que as sequelas relacionadas aos acidentes em geral, em frigoríficos são na maioria das vezes irreparáveis e, em se tratando do amoníaco, os danos causados aos trabalhadores são várias vezes pior. Eles não falam porque, a exemplo dos patrões, também não se importam com ninguém, muito menos com os trabalhadores.

O gás pode afetar os olhos, órgãos internos dos corpos dos trabalhadores, isso para mencionar somente esses exemplos, pode, inclusive matar.

Os patrões só tem um pensamento, o de obter lucro às custas da desgraça dos trabalhadores e sempre deixam claro esse objetivo.

Um dos patrões que igual aos demais na questão de condições de trabalho e saúde dos trabalhadores, o Frigorifico Torres disse a um de seus funcionários que, o setor de RH da empresa existe única e exclusivamente para cuidar do seu dinheiro, não é para estar fazendo comunicados, se referindo ao Comunicado de Acidentes do Trabalho (CAT).
Os trabalhadores não mais do que uma peça de qualquer máquina para os patrões, não presta, joga-se fora.

O descaso dos patrões com a manutenção com o gás amônia segue pelo mesmo caminho, ou seja, que importância tem se uns trabalhadores fiquem imprestáveis, sem condições de trabalhar.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas